domingo, 7 de fevereiro de 2016

#RESENHA: Sentimento do Mundo


Sentimento do mundo, de Carlos Drummond de Andrade (melhor poeta da vida), reúne 28 poemas escritos entre 1935 e 1940, período de grande tensão política, que o mundo se recuperava da Primeira Guerra Mundial e entrava na Segunda Guerra e no Brasil era implementado o Estado Novo de Getúlio Vargas. Os poemas refletem esse cenário, com profundas críticas sobretudo políticas e sociais, demonstrando amadurecimento em relação à consciência crítica de Drummond. Segue abaixo um trecho de "Mundo Grande", um dos poemas que compõe a obra:

"Não, meu coração não é maior que o mundo. 

É muito menor.
Nele não cabem nem as minhas dores. 
Por isso gosto tanto de me contar.
Por isso me dispo.
Por isso me grito,
por isso frequento os jornais, me exponho cruamente nas livrarias:
preciso de todos.

Sim, meu coração é muito pequeno.
Só agora vejo que nele não cabem os homens.
Os homens estão cá fora, estão na rua.
A rua é enorme. Maior, muito maior do que eu esperava.
Mas também a rua não cabe todos os homens.
A rua é menor que o mundo.
O mundo é grande."

Vale a pena a leitura e a reflexão das críticas apontadas pelo poeta!