terça-feira, 26 de janeiro de 2016

#RESENHA: A Revolução dos Bichos


A Revolução dos Bichos, de George Orwell, narra os fatos de uma revolução em uma granja, onde os bichos lutam por igualdade e melhores condições de vida após ouvirem o discurso de um velho porco, chamado “Major”. Do discurso do velho porco decorrem, além da revolução, vários fatos interessantes que nos levam à uma reflexão política sobre o autoritarismo e sobre algumas ideologias que circulam com tanta veemência hoje em dia, as quais são verdadeiros “lobos em pele de cordeiro”.  Tais ideologias estão tão presentes em nossa cultura, que acabamos por considerar a sua execução prática, no mínimo, uma questão de justiça. No entanto, as consequências do caminho sugerido por essas ideologias não é tão boa quanto o esperado teoricamente ou em discursos autoritários repletos de sentimentalismo romântico e desprovidas de um mínimo de senso da realidade e da perspectiva do corolário extremamente negativo, sobretudo para aqueles que se deixam enganar por essas ideologias.  Segue abaixo uma frase que considero o ápice de toda a narrativa e que demonstra, devidamente contextuada, a destrutividade dessas ideologias:

“TODOS OS ANIMAIS SÃO IGUAIS
MAS ALGUNS ANIMAIS SÃO MAIS IGUAIS DO QUE OS OUTROS”


Vale a pena dar uma chance para essa obra genial de George Orwell e refletir sobre o assunto!