domingo, 24 de janeiro de 2016

#RESENHA: O Guia do Mochileiro das Galáxias

"A razão de o Guia do Mochileiro das Galáxias ser o livro de maior sucesso da galáxia é, em primeiro lugar, por ser menor e ligeiramente mais barato do que a Enciclopédia Galáctica e, em segundo lugar, por trazer a frase “Não Entre em Pânico” em letras garrafais e amigáveis escrita na capa".


O guia do mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams, narra as aventuras de um terráqueo, Arthur Dent, que descobre que seu melhor amigo, Ford Prefect, é um alienígena, poucos momentos antes de a Terra ser completamente destruída pela nave dos vogons para dar lugar à uma via intergalática e Arthur conseguir escapar com Ford! A partir daí, eles viverão diversas aventuras no espaço com Trillian, outra terráquea que conseguiu escapar ao conhecer Zaphod seis meses antes da Terra ser destruída, personagem também de destaque na “trilogia de cinco livros”. Além desses personagens, temos também um robô realmente infeliz, o Marvin!
O autor, considerado o pai da ficção científica, tem um humor muito sofisticado e também no sense. O enredo não possui uma lógica entre os fatos, os quais são deveras aleatórios. Além disso, sabemos que Adams é ateu, e deixa em diversos trechos suas não-crenças de forma implícita, além de algumas críticas sociais!

A série que começou como uma série de rádio e virou até filme divide opiniões bem extremas: uns gostam muito, outros detestam. Incluo-me na segunda categoria, haja vista que histórias sem sentido muito extensas não me agradam.